5 exames que lhe podem salvar a vida

 

Estes exames menos conhecidos oferecem pistas precoces sobre a sua saúde vascular 

ABBEY SCHUBERT

 

DEPOIS DE ESTUDAREM um grupo de indivíduos saudáveis durante mais de dez anos, os investigadores do Centro Médico da Universidade do Texas descobriram que os que apresentavam valores maus em cinco exames médicos simples tinham vinte vezes mais probabilidades de desenvolver doenças do coração do que os que apresentavam bons resultados.

Os testes não são todos comuns, mas os resultados dar-lhe-ão uma avaliação muito melhor do risco de contrair doenças do coração do que a tradicional medição da pressão arterial e dos níveis de colesterol.
Se fuma, tem excesso de peso e histórico familiar de doenças cardíacas, fale com o seu médico sobre estes exames.

 

ELETROCARDIOGRAMA
Um eletrocardiograma normal de
doze derivações, também conhecido como ECG, não é invasivo, é indolor e normalmente demora apenas cinco a dez minutos. É considerado uma das melhores formas de avaliar o risco de doença cardíaca. O médico coloca dez pequenos elétrodos nos membros e no peito, que medem a atividade elétrica do coração e detetam quais os ritmos e padrões anormais associados aos ataques cardíacos, arritmias e outras situações cardíacas perigosas.

 

TAC AO CÁLCIO CORONÁRIO
Este TAC de baixa radiação revela a quantidade da acumulação de cálcio nas artérias coronárias. «Quando vemos o cálcio nas coronárias, isso significa que há algum grau de aterosclerose – detritos nos canos» –, o que pode interromper o fluxo de sangue e provocar um ataque cardíaco ou AVC, diz o médico
Andrew M. Freeman, diretor de Cardiologia Clínica no National Jewish Health de Nova Iorque.


ANÁLISES À PROTEÍNA C-REATIVA
A quantidade de proteína C-reativa (PCR) na corrente sanguínea aumenta proporcionalmente à inflamação no corpo, o que o Dr. Freeman diz ser a condição subjacente a muitos problemas de saúde, incluindo as doenças do coração. Se possível, faça uma análise PCR de alta sensibilidade em vez da análise normal. É melhor para detetar a inflamação relacionada com o coração.

 

ANÁLISE À NT-PROBNP OU BNP

O péptido natriurético cerebral (BNP) é a hormona libertada pelo coração em resposta ao stress cardiovascular. O N-terminal da pró-hormona do peptídeo natriurético cerebral (NT-proBNP) é um precursor do BNP. Como explica o Dr. Freeman, um nível elevado de NT-PROBNP ou BNP na corrente sanguínea é um aviso de que ou o músculo cardíaco está mais rígido e pode não descontrair bem, ou enfraqueceu e já não consegue bombear com eficiência. (Muitas vezes isso deve-se a falta de atividade física regular). Oficialmente conhecida como disfunção diastólica, esta doença pode ser um preditor precoce da insuficiência cardíaca.


ANÁLISE DE ALTA SENSIBILIDADE À TROPONINA T
A Troponina T é uma proteína que é libertada quando o coração enfrenta muito stress ou é danificado. Uma análise típica de troponina pode detetar apenas grandes quantidades da proteína, como as produzidas durante eventos perigosos para o coração (correr uma maratona ou sofrer um ataque cardíaco). Porém, a nova versão de alta sensibilidade pode detetar níveis muito mais baixos de Troponina T, o que permite aos médicos começarem a tratar os danos
cardíacos mais cedo.