A VIDA DE UM GLADIADOR


"A vida de um gladiador dependia do polegar imperial"

 

VERDADEIRO OU FALSO?

 

VERDADEIRO

"Desta vez Hollywood conta a verdade: durante os combates de gladiadores os polegares tinham o poder de salvar ou de matar.

O anfiteatro estava completamente cheio. O ambiente era explosivo e o povo estava eletrizado. O imperador sentou-se na tribuna com a família e os favoritos. Depois ouviu-se o sinal dado pelas trompetas. Os gladiadores entraram na arena e saudaram o imperador. O combate pôde começar. Dois gladiadores mediram forças, armados com uma espada e um escudo. (...) De repente, um dos gladiadores perdeu o equilíbrio e caiu violentamente para trás. O seu adversário não tardou a bloquear-lhe o peito com um pé e a apontar a ponta da espada à veia jugular. O olhar vira-se para o imperador, que reflete durante breves instantes, depois estica o braço. O público tem de decidir: então, milhares de polegares agitam-se, uns virados para cima, outros para baixo.

Infelizmente, não se trata de uma história inventada pela indústria cinematográfica. Estes factos estão historicamente comprovados por diferentes fontes, como, por exemplo, o escritor romano Juvenal, que viveu em Roma no início do século ii. Aquilo que não está claramente definido é a descrição dos gestos! Os historiadores consideram possível que o polegar para cima significava exatamente o contrário daquilo que pensamos hoje em dia (...) "

 

Excerto retirado de "A INCRÍVEL HISTÓRIA DO MUNDO"