As virtudes do Alho

Não restam dúvidas acerca dos inúmeros benefícios do alho - é um antibiótico natural, que combate muitas infecções, baixa o colesterol, protege o coração e favorece a circulação.

 

A cebola tem também muitas destas qualidades, mas é menos eficaz.

 

Uma força a ter em conta

Segundo Nicholas Culpeper, ervanário do século XVII, o alho é «remédio para todos os males e maleitas [...]. Afasta e cura qualquer peste, ferida ou úlcera, apaga marcas e manchas da pele, acalma a dor de ouvidos [...]. Também é bom para a icterícia, cãibras, convulsões e hemorróidas.»

O alho não é menos considerado nos dias de hoje. Tomado regularmente, cria no sistema imunitário uma grande resistência à infecção. Por ser antivírico, bactericida, anti-séptico e antibiótico, deveria integrar sempre a nossa alimentação, pelo menos quando nos sentimos em baixo de forma. Tomado em quantidade, por exemplo no início de uma constipação, pode ajudar a evitar o seu desenvolvimento. É um depurador poderoso e contém uma dose elevada de vitamina C, além de selénio, mineral antioxidante.
Para além de ter estes poderosos antioxidantes que combatem os radicais livres, o alho elimina eficazmente do organismo algumas das toxinas mais nocivas. Uma vez que tanto os radicais livres como as toxinas contribuem para o aparecimento de cancro, o alho é um poderoso aliado da nossa saúde.

Depurar e tonificar

As propriedades depuradoras do alho são extraordinárias. É uma antiga mezinha para os parasitas do estômago e intestinos, sendo ainda recomendado, tal como a cebola, para o alívio de perturbações respiratórias. Tem acção descongestionante em caso de catarro, bronquite e asma, e também purifica e tonifica o fígado de forma invulgarmente eficaz.
O alho é ainda conhecido pelo bem que faz ao coração e à circulação. Consegue combater a hipertensão arterial - contém alicina, substância que dilata os vasos sanguíneos e reduz a formação de coágulos, assim como o colesterol. Torna o sangue menos espesso, ajudando a melhorar a circulação e a prevenir a doença coronária. Ao ser eliminada através dos pulmões, intestinos, pele e aparelho urinário, a alicina vai eliminando as toxinas de todos estes órgãos.
O enxofre que o alho contém parece ajudar a eliminar as toxinas do fígado e a inibir o aparecimento de tumores. A cebola reduz o açúcar no sangue, o que explica a sua utilização na medicina popular para tratar a diabetes.

Escolher, guardar e usar

Escolha cabeças de alho firmes, de casca fina e seca e sem grelo. Guarde em local fresco e seco ou no frigorífico e consuma logo que possível.
Existem imensas formas de consumir alho ou cebola. Entram na confecção de todo o tipo de receitas, mas podem também ser usados crus em saladas e molhos ou mesmo em sumo, em pequena quantidade, misturados com outros ingredientes. Poderá ainda assá-los no forno e servi-los como acompanhamento.

 

Benefícios

- Combate as constipações e infecções virais;

- Actua como antibiótico natural;

- Ajuda a melhorar a circulação;

- Reduz os níveis de colesterol;

- Tonifica e limpa o fígado;

- Contribui para a excreção de parasitas;

- Reforça o sistema imunitário;