Como alcançar a sabedoria


Quase todas as pessoas possuem a capacidade para se tornarem sábias, desde que tenham o espírito certo e se disponham a fazer algum esforço.

A sabedoria requer uma base de inteligência, mas a verdadeira sabedoria é uma combinação de equilíbrio (a capacidade para ver todos os lados de uma questão), abertura de espírito, disciplina e preocupação pelo bem geral. Não existe um atalho para a sabedoria, mas estas estratégias levá-lo-ão pelo caminho certo:

• Leia jornais - Só podemos fazer escolhas equilibradas se compreendermos as circunstâncias do mundo e as experiências dos outros. Se ainda não lê um jornal diário, comece por um artigo da primeira página, do princípio ao fim, todos os dias. Não vale ler na diagonal, nem saltar; leia todas as palavras. Depois, tente ler os artigos principais de um jornal todos os dias. A maior parte dos jornais já se encontra online, por isso podemos ter acesso às notícias do mundo em qualquer altura.

• Arranje tempo para ler livros -  Embora os acontecimentos quotidianos possam ser importantes, os livros podem ajudar-nos a expandir a nossa visão do mundo e a explorarmos novas ideias e novos pontos de vista.


• Socialize - Os estudos revelam que as pessoas que se mantêm ligadas às outras apresentam níveis de sabedoria superiores aos daquelas que vivem mais isoladas. Faça um esforço para se inscrever num ginásio, crie a sua página no Facebook ou convide uma pessoa amiga ou vizinha para irem tomar um café. Da próxima vez que for a uma festa ou a uma reunião, aproxime-se de alguém que esteja sozinho e inicie uma conversa. É tão fácil. Faça perguntas: «De onde é? Em que trabalha?» De um modo geral, as pessoas gostam de falar sobre si próprias. Em contrapartida, cabe-lhe a si~o trabalho mais difícil: ouvir com atenção.

• Treine uma maior abertura de espírito Possuir sabedoria é ser capaz de compreender todos os lados de uma questão sem deixar que as emoções ou os sentimentos pessoais interfiram. Ter abertura de espírito significa descobrir empatia e perceber que todos têm uma história de vida que influencia as suas ações.
Tome nota todos os dias daquelas questões que lhe provocam fúria e perca uns minutos para tentar ver os problemas do lado oposto. Ninguém precisa de saber.

• Amplie o seu autoconhecimento - Aprendemos bastante pelo simples facto de estarmos vivos, mas será que tiramos tempo para rever o que aprendemos? Experimente este exercício: escreva os seus três maiores falhanços e os seus três maiores êxitos. Reveja os acontecimentos que conduziram a cada um deles e que lições retirou da experiência. Procure padrões. Não se trata de arrependimentos nem de orgulho; o objetivo é aprender a olhar para cada experiência, boa ou má, e arranjar mais combustível para enriquecer a sabedoria pessoal.


• Aprenda a dizer estas palavras importantes: «Posso ter-me enganado» Uma pessoa sábia percebe que é impossível saber tudo e que a vida pode dar voltas inesperadas. O reconhecimento dos erros pessoais só pode conduzir-nos a uma maior sabedoria — e admitir que houve alturas em que podemos ter errado representa um passo importante para a consolidação da nossa reputação como pessoas cujos conselhos são de confiança.
Como escreveu o filósofo romano Cícero: «Qualquer homem é suscetível de errar; só um louco insiste no erro.»

 

___________________________________________

Texto retirado de "Cérebro em Forma para Toda a Vida"