Curar as hemorroidas

 

Como prevenir e tratar estas varizes irritantes

SAMANTHA RIDEOUT

AS HEMORROIDAS – veias inchadas perto do ânus e dentro do reto – são tão comuns que atingem as zonas sensíveis de mais de 75% das pessoas acima dos 45 anos.
O sintoma mais frequente é o aparecimento de sangue nas fezes, mas as hemorroidas também podem provocar comichão, desconforto, inchaço ou um alto duro e doloroso. O problema deve-se à pressão nas veias do reto devido a obstipação, diarreia, gravidez ou esforço excessivo durante a defecação.

Para baixar o risco de aparecimento de hemorroidas, vá à casa de banho logo que sinta vontade. Se esperar demasiado tempo as fezes endurecem, o que pode dificultar a sua expulsão. Quando começar, não se apresse a acabar. Por fim, ingira bastantes fibras e líquidos porque facilitam a defecação. A fibra obtém-se da fruta, legumes, cereais integrais e, se necessário, através de suplementos (se escolher esta opção certifique-se de que bebe bastante água).

Se sofre de hemorroidas, saiba que em geral não são perigosas. No entanto, se o sangramento for abundante ou perdurar, se notar outras mudanças na cor e consistência das suas fezes, se desenvolver um alto que não desaparece ou se sentir tonturas ou desmaios, peça ao médico que se certifique de que não é cancro do cólon. Um clínico geral pode fazer um exame digital ou imagiológico para distinguir entre cancro e hemorroidas internas.

Normalmente, as hemorroidas desaparecem ao fim de uma semana ou duas. Enquanto isso, aspomadasousupositórios de venda livre permitem algum alívio e devem reduzir a dor e a comichão. Tomar analgésicos também pode ajudar, assim como tomar banho mornos ou usar toalhetes húmidos em vez de papel higiénico. Para evitar irritar as veias com esforço extra durante este período, siga uma dieta particularmente rica em fibras e/ou tome produtos que amaciam as fezes.

O Dr. Donato Altomare, cirurgião colorretal que ensina na Universidade de Bari Aldo Moro, em Itália, sugere que se reduza a pressão defecando de cócoras. (Um pequeno degrau frente à sanita pode ajudar.) Se a dor for muito intensa ou prolongada, procure ajuda profissional. Um médico pode curar as hemorroidas com intervenções rápidas, como aquecê-las com um laser ou cortar-lhes a circulação apertando um elástico na sua base. As hemorroidas persistentes ou grandes podem necessitar de cirurgia, mas raramente é preciso. «Se cuidar dos seus intestinos, normalmente as hemorroidas tratam delas próprias», diz o especialista.