Dieta sem Glúten

Usada para:

- Doença celíaca - Intolerâncias alimentares - Psoríase - Síndroma do cólon irritável

 

O GLÚTEN É UM TIPO DE PROTEÍNA DOS CEREAIS que confere à massa flexibilidade e elasticidade e que mantém a coesão dos alimentos cozidos. Encontra-se em produtos feitos de trigo (incluindo variedades específicas de trigo, como o espelta e o kamut), cevada, centeio e triticale. O glúten também pode contaminar produtos de aveia durante o cultivo ou o processamento, embora seja possível encontrar aveia sem glúten. Seguir uma dieta sem glúten pode ajudar a aliviar algumas doenças.

 

Como funciona

No caso das pessoas que sofrem de doença celíaca, a ingestão de alimentos com glúten danifica as paredes do intestino delgado e interfere com a digestão, compromete a absorção da comida e muitas vezes provoca sintomas como diarreia, inchaço e cólicas abdominais. Seguir uma dieta sem glúten rigorosa permite a recuperação da saúde intestinal e geralmente também da digestão normal e saudável.

Além de serem essenciais para os celíacos, as dietas sem glúten também se impõem muitas vezes a pessoas com alergia ou intolerância ao trigo e a outros cereais que contêm glúten. As investigações sugerem que as pessoas que sofrem de diarreias frequentes devido à síndroma do cólon irritável também podem beneficiar de uma dieta sem glúten.

Nalgumas circunstâncias, as dietas sem glúten também podem ser benéficas para as pessoas com psoríase.

Como fazer

Quem sofre de doença celíaca tem de excluir totalmente o glúten da dieta, pois mesmo quantidades ínfimas podem desencadear problemas digestivos. Por outro lado, há pessoas que, apesar de não serem celíacas nem sofrerem de intolerância ao glúten ou ao trigo, por vezes só toleram pequenas quantidades de alimentos com glúten. Viver sem glúten pressupõe substituir muitos dos alimentos habituais (como pão, bolachas, bolos, cereais de pequeno-almoço e massas) por variantes feitas com cereais que não contêm glúten, como aveia, arroz, milho-painço, quinoa e trigo-sarraceno.

Também devemos prestar muita atenção aos rótulos das embalagens para descobrirmos fontes de glúten «escondidas»: os ingredientes que contêm glúten encontram-se numa enorme variedade de alimentos e bebidas, desde as salsichas a produtos de confeitaria.

Felizmente, pode-se usufruir de uma dieta equilibrada assente em fruta fresca e vegetais e que inclua carne, peixe e marisco, legumes, frutos secos e sementes, uma vez que nenhum destes contém glúten. Os produtos lácteos também são indicados para a maior parte das pessoas que seguem dietas sem glúten.

 

 

A segurança em primeiro lugar Seguir uma dieta sem glúten pressupõe tomar um cuidado extra para obter todos os nutrientes de que o corpo precisa. Pergunte ao seu médico se lhe recomenda suplementos de vitaminas, minerais ou ácidos gordos essenciais.

Onde comprar Os alimentos sem glúten estão disponíveis nos supermercados, lojas de produtos dietéticos e num número crescente de cafés e restaurantes.