Estratégias de defesa para o Coração

 

AS DOENÇAS CARDIOVASCULARES são uma das principais causas de morte em todo o mundo. 

As doenças crónicas do coração são frequentemente provocadas por arteriosclerose, caracterizada pelo endurecimento e espessamento das paredes das artérias. Esta pode dar origem a doença arterial periférica (má circulação nos membros), dor no peito, AVC ou ataque cardíaco.

As doenças cardiovasculares são mais frequentes nas pessoas que fumam, têm diabetes, excesso de peso, são fisicamente pouco ou nada ativas, têm uma má alimentação, assim como nas que se isolam socialmente ou têm depressão. No entanto, embora tradicionalmente a responsabilidade pela doença cardíaca fosse atribuída ao consumo excessivo de alimentos ricos em colesterol, agora muitos cientistas acreditam que se deva mais à placa que se acumula na sequência de uma inflamação crónica em todo o organismo criada por uma alimentação com elevado teor de açúcar, hidratos de carbono refinados e outros alimentos processados (além de hábitos de vida pouco saudáveis).

O coração envia sangue rico em oxigénio e nutrientes a todas as células do organismo, por isso, quando estimulamos uma circulação saudável, estamos a baixar a tensão arterial, a aumentar a oxigenação e a combater a inflamação; estamos a proteger não só o coração mas todo o organismo.

 

ESTRATÉGIAS DE DEFESA FUNDAMENTAIS

Pelo menos 80% das doenças cardiovasculares são provocadas por fatores do estilo de vida, o que significa que podemos fazer várias opções de estilo de vida para reduzir o nosso risco. Estas intervenções podem ser resumidas pela abordagem GENIE (Gestão do stress, Exercício, Nutrição, Interação social e espiritual e Educação). Esta abordagem holística proporciona uma maneira de otimizar a saúde em geral e também de diminuir o risco de doença cardíaca ou de a reverter.

O relaxamento engloba técnicas que podem ajudar a aliviar o stress e a tensão. O relaxamento não só ajuda a acalmar a mente e a baixar a tensão arterial como pode ter efeitos fisiológicos ao reduzir os danos provocados pelas hormonas do stress, como o cortisol. Estas hormonas podem provocar inflamação no corpo, o que estimula a acumulação de placa rica em colesterol nos vasos sanguíneos. A meditação  constitui outro método para combater o stress. A título de exemplo, é uma prática bastante recomendada pela American Heart Association.

Deve procurar um tipo de exercício de que goste e praticá-lo regularmente. Comece devagar e vá progredindo gradualmente. Investigadores norte-americanos descobriram que doentes que sofreram um ataque cardíaco e participaram num programa formal de exercício reduziram o risco de morte em 25%. Combine a prática regular de exercício físico com uma alimentação saudável para manter um peso saudável, controlar a diabetes e manter os níveis de colesterol dentro dos valores recomendáveis... todos fatores que têm impacto na saúde do coração e do sistema circulatório.

Além do exercício, da redução do stress e de uma boa alimentação, existem remédios naturais que já deram mostras de ajudar o sistema cardiovascular e que são apresentados na página seguinte.

ATENÇÃO: Se tem um problema cardíaco, deve estar sob vigilância médica constante. Por favor, consulte o médico antes de fazer quaisquer alterações ao seu esquema de vigilância/tratamento.