GENGIBRE

 

Esta contorcida raiz tem tido sempre um papel primordial nas medicinas asiática e indiana, sobretudo como auxiliar da digestão.

 

Actualmente, os investigadores estão muito entusiasmados com a acção anti-inflamatória do gengibre. Inúmeros estudos concluíram que o gengibre (assim como o açafrão-da-índia) reduz a dor e o inchaço em pessoas com artrite. Também pode ser indicado para enxaquecas, uma vez que bloqueia as prostaglandinas, substâncias inflamatórias. E como reduz a inflamação, poderá igualmente desempenhar um papel importante na prevenção do cancro e na inibição do desenvolvimento das células cancerosas.

O gengibre também é benéfico para o aparelho digestivo, estimulando os sucos digestivos, neutralizando os ácidos e reduzindo as contracções intestinais. Está provada a sua eficácia contra a náusea. De facto, pelo menos um estudo concluiu que é tão eficaz quanto os medicamentos convencionais (dimenidrinato) contra o enjoo de movimento, e ainda apresenta a mais-valia de não provocar sonolência. É aconselhável tomar o gengibre (em comprimidos, pó ou fresco) sempre que pensarmos que podemos vir a ter náuseas.

Também é um bom tratamento a curto prazo para os enjoos matinais.

___________________________________

MAIS DICAS EM "COMA BEM VIVA MAIS"