O Grande Incêndio de Roma

 

Foi Nero quem incendiou Roma.

 

VERDADEIRO OU FALSO?

 

FALSO.

Entre os numerosos crimes de Nero, este talvez seja o único que ele não cometeu.

 

"Num quente dia de verão, a 19 de julho de 64, um fogo propagou-se a uma velocidade inaudita pela capital do império. (...)

Nero não era forçosamente um incendiário, pois ocorriam constantemente fogos em todos os locais de Roma. As ruas estreitas, os telhados de madeira, os estábulos cheios de palha propiciavam esta situação. Bastava a mais pequena distração com a lareira ou a lamparina de azeite e ardia tudo num instante. No entanto, Nero foi responsável pela execução de centenas de cristãos que acusou de serem responsáveis pelo incêndio, por temer as suspeitas incessantes que recaíam sobre ele."

 

Excerto retirado de "A INCRÍVEL HISTÓRIA DO MUNDO"