O PAPEL ATIVO DAS FIBRAS

 

Há muito mais nas fibras do que se pensava.

Em termos simples, as fibras alimentares são as partes comestíveis das plantas que resistem à digestão e à absorção pelo aparelho digestivo. Muitos de nós conhecem a sua importância no combate à obstipação e a certas doenças digestivas crónicas. Mas as recentes pesquisas começaram a revelar as complexidades subjacentes ao poder desta humilde substância, que pode ajudar e prevenir cancro, doença cardíaca e diabetes tipo 2. Veja alguns resultados dessas pesquisas:

Combate ao cancro - as pessoas que comem mais fibras diminuíram em 25% o risco de cancro no intestino. Comer 30 g de fibras por dia parece diminuir para metade o risco de cancro da mama.

Reforça a saúde do coração - cada 10 g extra de fibras podem reduzir a possibilidade de morte por doença cardíaca em 27%.

Protege da diabetes - uma dieta rica em fibras ajuda de duas formas: estabiliza a glicose e ajuda a alcançar a sensação de saciedade com menos calorias, facilitando o controlo do peso.

Alivia os problemas digestivos - uma dieta rica em fibras "limpa" o aparelho digestivo e alivia a sensação de abdómen inchado.

Luta contra a obesidade - as pessoas que fazem uma alimentação rica em fibras costumam ser mais magras e têm mais facilidade em manter o peso. Não só porque os alimentos ricos em fibras prolongam a sensação de saciedade, como também levam mais tempo a mastigar e são alimentos que costumam ser menos calóricos.

_____________________________________ 

Excerto retirado de "COMA BEM VIVA MAIS"