PROBLEMAS DE PELE

 

Os problemas de pele mais comuns, como as borbulhas, respondem muitas vezes a simples mudanças no estilo de vida.

 

Dormir bem, fazer exercício, beber muita água e apanhar sol com moderação costumam ser suficientes para os solucionar. E, claro, manter a pele limpa - utilize água morna e um produto suave em vez de a esfregar com força.

 

As afecções crónicas e mais graves da pele obrigam a cuidados médicos, embora uma alimentação equilibrada seja sempre uma boa ajuda.

 

Hormonas e acne. A produção de sebo é parcialmente controlada pelos androgénios, hormonas sexuais masculinas que existem no homem e na mulher. Quando os níveis hormonais são elevados, por exemplo durante a adolescência e antes da menstruação, pode produzir-se excesso de sebo, que resulta em cabelo e pele oleosos e acne. Esta surge quando o sebo, bloqueia os folículos pilosos e as bactérias proliferam, provocando inflamação e vermelhidão. A acne é desencadeada por modificações hormonais durante a puberdade. É mais comum nos rapazes, podendo ser influenciada por factores genéticos. Os pontos negros surgem quando a glândula sebácea fica bloqueada com uma mistura gordurosa de sebo e queratina.

 

Durante muito tempo, pensou-se que comer chocolate e alimentos gordos em excesso causava acne, mas, afinal, parece que cenas substâncias químicas do sal que contêm iodo são o verdadeiro factor agravante.

 

Como evitar a acne. Os alimentos processados, como hambúrgueres, aperitivos e batatas fritas, costumam ser muito salgados. Quem sofre de acne deve evitar os alimentos processados e refinados, bem como deitar sal na comida à mesa.

 

A acne pode também ser causada pelo que não se come. Muitos adolescentes fazem uma alimentação à base de doces, comidas prontas, batatas fritas, refrigerantes e ate álcool, o que os priva das vitaminas e minerais necessários à saúde da pele.

Uma alimentação à base de cereais integrais, fruta e legumes frescos, carne magra e óleos poliinsaturados pode aliviar bastante um problema de acne.

 

A vitamina A é muito eficaz contra a acne, pelo que é utilizada sob forma sintética em diversos produtos anti-acne. Nunca deve tornar-se em grande quantidade e deve ser evitada durante a gravidez. Para reforçar a ingestão de vitamina A, é aconselhável e seguro consumir alimentos ricos em betacaroteno. Quando tiver fome, coma cenoura crua ou alperces secos e substitua as sobremesas com muito açúcar por saladas de fruta com manga, meloa e pêssego.

 

Como o zinco ajuda a prevenir as infecções, é útil contra a acne: o acidophilus, bactéria presente nos iogurtes bio, também ajuda a evitar as borbulhas. Os alimentos ricos em vitamina E ajudam a curar os ferimentos e a evitar as cicatrizes.

 

 

Eczema

O eczema, uma das afecções da pele mais comuns, caracteriza-se por prurido intenso acompanhado de vermelhidão e descamação: aparece frequentemente nas pregas do corpo ou no rosto, mas pode afectar todo o corpo. Quando coçada, a pele pode exsudar ou sangrar e ficar infectada.

 

Tal como a febre-dos-fenos ou a asma, o eczema é uma reacção alérgica. Metade dos casos de eczema alimentos. Destes, os principais causadores de alergia são o leite, os ovos e os lacticínios, embora O peixe, o marisco, o tomate, os frutos secos, o trigo, o fermento e alguns corantes alimentares, sobretudo a tartrazina amarela e cor de laranja, possam desencadear reacções alérgicas. Existem várias formas de lidar com estas alergias alimentares, mas é sempre aconselhável consultar o médico.

 

Para mais informação sobre alergias alimentares. Alguns suplementos alimentares parecem ajudar no tratamento do eczema. O óleo de onagra e as cápsulas de óleo de peixe podem dar algum alívio. Embora não exista qualquer prova científica, há indícios de que os suplementos de zinco poderão também ser úteis.