Recomeço

 

Por Dina Isabel

Locutora e Diretora da Rádio Sim

 

E NÃO TARDA NADA CHEGA O NATAL! Esta é a frase que vamos ouvir a partir daqui: final de férias, início das aulas, um novo ciclo começa. Mentalmente, para mim funciona do seguinte modo: Ano Novo, Páscoa, férias, regresso à rotina e Natal. O ano organiza-se em cinco prateleiras! Nada altera o meu mundo mas, inadvertidamente, acaba por ser assim.

Setembro é o mês em que tenho de voltar a sair mais cedo de casa: porque têm início as aulas, há mais trânsito, a vida começa mais cedo. É verdade que depois de um tempo mais relaxado de verão custa um pouco, mas há que reorganizar a vida.

Tarefas: retomar o exercício físico regular, voltar a ter cuidado com a alimentação, o trabalho retoma o ritmo e os horários habituais. Assim de repente parece angustiante, não concordo, as férias só sabem a férias porque o resto do ano coloca-nos estes desafios. Bateria carregada e vamos em frente.

Setembro também é o mês do outono, gosto das estações intermédias, são mais temperadas, mais suaves. O outono é talvez a estação que tem a minha paleta de cores favorita: verde seco, castanho e dourado. Acho belo o movimento das folhas que se desprendem em direção ao chão, ziguezagueando sem pressa. E o tapete? Aquele tapete que se forma a partir da nudez dos ramos. Acho que tenho sempre um sorriso quando tiro uns minutos para observar estes pormenores.

Com setembro chegam as vindimas e a minha memória leva-me sempre àquela semana em que ajudávamos os nossos avós. Semana que me rendia 500 escudos, que eu gastava em carrocéis e carrinhos de choque na feira de outubro de Vila Franca de Xira.

Sim, que venha o mês de setembro, estou preparada!