Unha-de-gato

 

Uncaria tomentosa, U. guianensis

 

Os índios peruanos contavam a história de um caçador esfomeado que, há cerca de 2000 anos, deparou com um jaguar a cravar as garras numa videira e a beber o suco desta. Como logo depois de ter bebido este suco o jaguar matou uma presa, o caçador decidiu imitá-lo. No dia seguinte, acordou com forças renovados que lhe permitiram realizar uma caçada bem-sucedida. Desde então, os índios confiam nesta planta da América do Sul para aumentar o vigor e a resistência, tratar infecções e inflamações e ajudar o organismo a recuperar da doença.

No final da década de 1960 esta história chegou ao conhecimento de dois professores, Arturo Breu e Eugene Whitworth, que estudaram amostras de unha-de-gato e descobriram muitos componentes ativos. Atualmente considera-se que esta planta é a que mais estimula o sistema imunitário. Apesar do nome, esta planta nada tem a ver com gatos!

 

 

Descobertas. Estudos realizados em animais revelaram que a unha-de-gato evita a irritação gástrica associada a medicamentos anti-inflamatórios como o ibuprofeno, que pode tornar o estômago suscetível a infecções. Quando se expuseram células humanas ao peroxinitrito, oxidante que provoca a morte celular, aquelas que também estavam expostas à unha-de-gato não sofreram qualquer lesão.

 

Utilização. Ferva 2 colheres de sopa de casca de unha-de-gato em 0,5 l de água durante 10 minutos; deixe 5 minutos em infusão; depois, coe e beba ao longo do dia. Como alternativa, pode comprar cápsulas ou comprimidos com extrato normalizado e tomar de acordo com as indicações do fabricante.

 

Para sua segurança. Não são conhecidas contra-indicações.

 

_______________________________________

Excerto retirado de "REFORCE AS SUAS DEFESAS"